quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Eliane Elias - Something For You

  1. You and the Night and the Music
  2. Here's Something For You
  3. A Sleepin' Bee
  4. But Not For Me
  5. Waltz For Debby
  6. Five
  7. Blue in Green
  8. Detour Ahead
  9. Minha (All Time)
  10. My Foolish Heart
  11. But Beautiful / Here's That Rainy Day
  12. I Love My Wife
  13. For Nenette
  14. Evanesque
  15. Solar
  16. After All
  17. Here's Something For You (Intro)
Something For You
Desde cedo a paulistana Eliane teve contato com diferentes estilos de música (sua mãe, pianista clássica, tocava discos de jazz em casa). Estudou no CLAM por seis anos (tendo também começado a ensinar), depois com Amilton Godoy e com o pianista e compositor clássico Amaral Vieira. Ainda adolescente, tocou em orquestras em clubes. Depois de uma turnê pela Europa, foi encorajada pelo contrabaixista Eddie Gomez a ir para Nova Iorque, o que fez em 1981. Lá estudou na Julliard School of Music.

Entrou para o grupo Steps Ahead do saxofonista Michael Brecker, onde ficou por um ano, participando do disco epônimo, de 1983. Depois tocou com o irmão de Michael, o trompetista Randy Brecker, com quem se casou. Gravaram juntos o disco Amanda (nome da filha do casal), em 1985. Em 1986 Eliane gravou seu álbum de estréia como líder, Illusions. Nos anos seguintes, tocaria com músicos consagrados como Joe Henderson, Toots Thielemans, Jack DeJohnette, Peter Erskine, Eddie Gomez, Marc Johnson e Herbie Hancock (com este gravou Solos and Duets, de 1995, disco elogiado pela crítica e indicado para o Grammy). Dentre os artistas brasileiros, Eliane tocou com Gilberto Gil, Caetano Veloso, Ivan Lins, Toninho Horta e Naná Vasconcelos, entre outros.

Em Eliane Elias Plays Jobim, de 1989, ela passou também a cantar em algumas faixas, embora o centro de sua atividade musical continue sendo o piano, e o trio a sua formação preferida. Eliane compõe continuamente, e temas de sua autoria já foram interpretados por diversos músicos, como Pat Metheny, Toots Thielemans, os Brecker Brothers, a Carnegie Hall Jazz Orchestra e a Danish Radio Big Band. Em suas apresentações e discos, os temas próprios coexistem com standards do repertório jazzístico e com temas da música popular brasileira, principalmente de Tom Jobim.

Em 1991, Eliane entrou para a equipe da International Association of Jazz Educators (IAJE), e de 1995 a 1998 lecionou na Manhattan School of Music. Desde 1986 grava para o selo Blue Note.

(V.A. Bezerra, 2001)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...