terça-feira, 30 de novembro de 2010

Orquestra Tupy - Maestro Bruno Rodrigues


01. The Licia
02. La Paloma
03. Evie
04. Temas de Filmes: Noviça Rebelde/Around The World In 80 Days
05. Harlem Nocturne
06. Maria Fumaça
07. Mulher
08. El Dia Que Me Quieras
09. In Persian Market
10. Fascinação
11. Energia
12. My Romance
13. Stars War Theme

Maestro Bruno Rodrigues

Big Band Tupy Orquestra e Coral

Criada em 1990 nas famosas "Domingueiras voadoras", série de bailes realizados na casa de shows "Circo Voador", no bairro da Lapa, centro do Rio de Janeiro, surgiu com o propósito de propagar a tradição das grandes orquestras conhecidas como "big bands" e que tiveram seu momento áureo nas décadas de 1940 e 1950. A banda é composta por 23 músicos e cantores com regência do maestro Bruno Rodrigues. Além do maestro, fazem parte da orquestra Antonieta Barreto Rodrigues, Alessandra Barreto Rodrigues, Simone do Nascimento Francisco, Sérgio Henrique Pereira Araújo e Alexandre Hudson da Costa, como vocalistas; Mauricio Borges Lameira, Reinaldo Xavier Seabra da Silva e Samuel Vieira, como trombonistas; Marco da Silva Filho, Alrimar Bento Donato, Alan Maciel Oscar e Ademir Gomes, como saxofonistas; Marivaldo Moraes, Edimar Alves Machado e Elizeu Mendonça como trompetistas; Marco Antonio Vieira, no baixo; Robson da Silva Borralho, como tecladista; André Luis Marins de Mattos como guitarrista; Paulo Rangel e Rogério Queiroz dos Santos como bateristas; e Bibiano de Assis Netto e Alexandre Pires como percussionistas.

Em pouco mais de quinze anos de atividades, ficou conhecida como a "mais premiada orquestra de shows e bailes da América Latina" tendo recebido mais de 140 premiações, além de dois discos de ouro pelos CDs "Orquestra Tupy" e "Ritmos latinos". A orquestra apresenta um repertório eclético com predomínio de músicas produzidas entre as décadas de 1960 e 2000, incluindo ritmos como samba, axé music, salsa, reggae, bolero, pagode, fox, country music, calypso, forró. Em suas apresentações são feitas releituras de clássicos da música popular contando com arranjos de 10 sopros, base completa com teclados, baixo, guitarra, bateria e percussão, além de um coro de cinco vozes. Em 1993, a orquestra lançou seu primeiro disco, o LP "Dança e romance", produzido e dirigido pelo maestro Bruno Rodrigues no qual foram interpretadas, entre outras, as músicas "Em algum lugar do passado", "Emoções", de Roberto e Erasmo Carlos, "Beguin the beguine", "I just called to say I love you", "New York, New York", "Insensatez", de Antônio Carlos Jobim e Nilton Mendonça, e "2001 - Assim falou Zaratrusta". Três anos depois, a orquestra lançou o segundo disco, e primeiro CD, que obteve grande aceitação de público chegando à marca de 102 mil cópias vendidas o que valeu à orquestra o primeiro disco de ouro. Estão presentes nesse disco obras como "La Paloma", "Evie", "El dia que me quieras", e "Fascinação", além de temas de cinema como "Noviça rebelde" e "A volta ao mundo em 80 dias". Em 1995, a orquestra participou juntamente com a Orquestra Filarmônica de Moscou e a Orquestra Sinfônica Brasileira dos festejos dos 90 anos da Avenida Rio Branco, centro do Rio de Janeiro. Em 1997, a orquestra obteve seu segundo disco de ouro pela vendagem do CD "Ritmos latinos", no qual foram interpretados clássicos da música latina como "Moliendo café", "Em algum lugar do passado", "Tequila", "Chuva", "Patricia", "Cachita", "Perfídia", "Guatanamera", "La Bamba", "El Manicero", e "Palo bonito". Em 2000, sairam pela Universal/Indie Records o CD e a fita de vídeo "Dança de salão", no qual a orquestra interpretou, entre outras, as músicas "Coisa de pele", "Canta Brasil", "Tu me acostumbrastes", "Chuvas de verão", "País tropical", "Na Glória", e "Brasileirinho". Em 2001, saiu pela Eldorado/Imagem Musisom o CD "Orquestra e coral Tupy ao vivo", com a interpretação de músicas como "I' ve got you under my skin", "Evidências", "Farol das estrelas", "Gostava tanto de você", "Sai da minha aba", e "Aquarela do Brasil". Dois anos depois, saiu o CD "In concert" reunindo gravações dos discos anteriores da orquestra como "Na Glória", "Chuvas de verão", "Coisa de pele", "Brasileirinho", e "Canta Brasil".

Em 2005, a banda lançou seu sexto CD "Perfil" que reuniu gravações já feitas anteriormente. Nesse ano, a banda destacou-se no carnaval carioca apresentando-se no baile popular da Cinelândia. Ainda no mesmo ano, apresentaram-se em espetáculo na quadra da Escola de samba Estação Primeira de Mangueira durante as comemorações pelos 75 anos de fundação da escola. Na ocasião, acompanharam o cantor Jamelão apresentando clássicos da música popular brasileira, com uma homenagem ao compositor Lupicínio Rodrigues e sambas enredos com os quais a Mangueira foi campeã. Além disso, a orquestra apresentou-se em diferentes cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo como Duque de Caxias, Teresópolis, São Paulo capital e Santo André. Em 2006, a orquestra foi vencedora com nota máxima do quadro "Pistolão" do programa "Domingão do Faustão", apresentado por Fausto Silva na TV Globo. Ainda nesse ano, apresentou-se durante os quatro dias de carnaval no baile popular da Cinelândia, centro do Rio de Janeiro, evento do qual passou a fazer a abertura e o fechamento desde 1999.

(Extraído do Dicionario Cravo Albin da Música Popular Brasileira.)

Um comentário:

  1. eu queria o cd perfil da orquestra tupy como eu posso arruma-lo?! email - vitordovilar@yahoo.com.br (fico grato com a resposta abraços...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...