sábado, 14 de janeiro de 2012

Nat King Cole - Collection

  1. Quizas, Quizas, Quizas
  2. La Feria De Las Flores
  3. Tres Palabras
  4. Yo Vendo Unos Ojos Negros
  5. Vaya Con Dios
  6. Aquellos Ojos Verdes
  7. Ay, Cosita Linda
  8. Solamente Una Vez
  9. Cachito
  10. Las Mañanitas
  11. Adios Mariquita Linda
  12. Noche De Ronda
  13. Te Quiero Dijiste
  14. No Me Platiques
  15. Fantastico
  16. Ansiedad
  17. El Bodeguero
  18. Nadie Me Ama
  19. Capullito De Alleli
  20. Adelita
  21. La Golondrina
  22. Arrivederci Roma
  23. Perfidia
  24. Piel Canela
  25. Maria Elena
  26. Guadalajara
  27. Acercate Mas
  28. Las Chapanecas
  29. El Choclo
  30. Aqui Se Habla En "Amor"
Collection


O mundo da canção, sobretudo o das grandes estrelas, é composto por talento, perseverança, técnica e sorte. Pode-se ter os três primeiros elementos em grau superlativo que, se a sorte se opuser, nunca deixará de ser um artista minoritário, reconhecido por uma fervorosa minoria, porém desconhecido pela imensa maioria. No caso de Nathaniel Adam Cole, que é o verdadeiro nome de Nat King Cole, a sorte chegou na forma de um cliente bêbado. Nat tocava piano com um trio de jazz e já tinha prestígio neste terreno. Sobretudo porque seu grupo era composto por guitarra, baixo e seu piano, algo original neste campo. a falta da bateria se deve a uma casualidade. No dia da estréia no "Hollywood's Inn" o percussionista não se apresentou; concluíram que não importava a sua ausência. Logo abriram mão dele... Numa certa noite, tocando em um clube, um cliente alcoolizado insistiu para que Nat cantasse sua canção favorita. Nesta época, Cole estava concentrado em sua performance como pianista e não cantava profissionalmente; então, teve que ser convencido pelo gerente do clube, disposto a evitar atritos, para que cantasse o tema exigido pelo cliente. O resultado foi o descobrimento de uma voz absolutamente excepcional. De Nat, se diz que, tivesse ele nascido branco, teria feito Bing Crosby e Frank Sinatra se aposentarem juntos. Mas não precisava de rivais. Hoagy Carmichael, autor de "Stardust", afirmou que ninguém cantara tão bem seu tema quanto Nat King Cole. Mais surpreendente pode ser a confissão de um roqueiro, Chuck Berry: "Se tivesse que escutar um só artista durante a eternidade, o artista seria Nat Cole". 


Nat nasceu a 17 de março de 1917 em Montgomery - Alabama, ainda que algumas biografias o façam dois anos mais jovem. Morreu em 19 de fevereiro de 1965, vítima de câncer na garganta, prodigiosa garganta, na California. ao longo dos 46 anos de vida, colocou 76 canções nas paradas da revista "Billboard", entre elas diversos nºs 1. Além disso, 24 Lps, sendo que e os discos só conviveram durante dez anos, visto que este formato só começou a ser editado em 1956. Em 1950, meses antes da Revolução Castrista, decidiu ganhar dinheiro cantando em espanhol e partiu para Cuba para gravar alguns dos boleros mais famosos da época, sob a direção do músico local, Armando Romeu Jr. Lançou o disco "Cole Español" e o resultado já tremendo em todos os mercados de língua espanhola. Na relação de repertório estavam "Quizas, Quizas, Quizas", "Adelita", "Te Quiero Dijiste", "Maria Elena" ou "El Bodeguero". Imediatamente, Nat King Cole pensou num segundo disco, desta vez alternando as canções em espanhol e em português. Para isso, Nat veio ao Brasil, desta vez com um diretor musical norte-americano e gravou "A Meus Amigos". O diretor era Dave Cavanaugh e no repertório estavam os dois temas básicos da discografia de Cole em castelhano: "Ansiedad" e "Perfidia". Este disco surgiu em 1959 e não fez mais do que repetir o triunfo do primeiro. Havia espaço para um terceiro disco, mas resolveram esperar um pouco.

Foi no México, em 1961, que Cole gravou seu terceiro Lp em língua hispância, intitulado "Cole Espanhol, Novamente". Ralph Carmichael dirigiu os arranjos e ali estavam "Piel Canela" e "Solamente Una Vez", que completavam a obra de Nat King Cole em espanhol.

Um verdadeiro presente para todos os fãs; até o ponto de que para muitos, algumas dessas versões são as melhores, as definitivas. Canções que conheceram muitas vozes e muitos arranjos. é importante dizer que não foram só boleros que Nat buscou na tradição hispânica. Também gravou algum cha-cha-cha inesquecível, como "El Bodeguero", um tango quase ininteligível, como "El Choclo" ou rancheiras como "Adelita" e "La Feria De Las Flores", sem esquecer "Las Mañanitas".

Entre seus êxitos em inglês consta uma canção já clássica: "Unforgettable". Significa inesquecível e Nat - "O Rei" - é isso: inesquecível!

(Jose Ramon Pardo, das notas originais do álbum)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...