domingo, 9 de setembro de 2012

Percy Faith - Feelings

  1. Annie's Song
  2. Soleado
  3. La Balanga
  4. The Most Beautiful Girl
  5. Summer Place '76 (The Theme From "A Summer Place")
  6. Feelings
  7. Saddest Thing Of All (Vocal by Leslie Kendall)
  8. Sha Bumpin'
  9. For The Good Times
  10. Ding Dong
Feelings

É comum dizer-se que uma experiência musical equivale ao resultado de uma ação conjunta entre artistas de duas espécies: uma criadora e outra recriadora. Geralmente um é o imagista musical, o outro o arquiteto. A história da música mostra que muito poucas vezes as duas funções foram exercidas, com êxito, por uma só pessoa. Na música popular, especialmente, o artista que empresta vida nova a uma composição é, paradoxalmente, o artista gerador, tão importante (e muitas vezes mais) quanto o próprio compositor. Percy Faith foi um desses artistas, com a vantagem de ter sido, também, um compositor.

Percy Faith começou sua vida musical estudando violino com a idade de 7 anos. Aos 10 trocou o violino pelo piano e com 11 anos já era pianista das salas de exibição, nos áureos tempos do cinema mudo, cursando ao mesmo tempo o Conservatório Musical de Toronto. Com 18 anos de idade Percy Faith foi vítima de um acidente que queimou suas mãos, impedindo-o de continuar com a carreira de pianista. Recuperado emocionalmente, passou a fazer arranjos e a reger, tendo-se apresentado, durante algum tempo, numa pequena estação de rádio de Toronto. Em 1933 a "Canadian Broadcasting Company" o contratou e, logo em seguida, estava no ar com o seu próprio programa, "Music by Faith", que se tornou o programa mais conhecido e ouvido durante os seus sete anos de existência. Em 1939 a revista especializada "Variety" concedeu a Percy Faith, embora ele estivesse ainda residindo no Canadá, o prêmio de um dos quatro mais populares maestros nos Estados Unidos. Em 1940 Percy mudou-se para os Estados Unidos passando a residir em Chicago e mantendo um grande programa radiofônico, ao vivo, regendo uma orquestra de 40 elementos.

Percy Faith passou a integrar o "cast" da CBS em 1950 e, se antes já havia trabalhado com cantores e solistas, daí em diante sua associação com astros da música popular foi uma constante como arranjador, orquestrador, maestro e compositor. Buddy Clark, Tony Bennett, Rosemary Clooney, Doris Day e Johnny Mathis foram alguns dos que atuaram e gravaram sob a sua direção.

Aqueles que não simpatizam com os hieráticos aspectos do estilo neo-clássico ou que estejam desanimados com as explorações mais ruidosas do que musicais de grande parte dos orquestradores da segunda metade do século XX, acharão em Percy Faith um refúgio. Ele não é sinfônico nem pretensioso. Tampouco é comercial e inócuo. É, isto sim, uma espécie de representante do "meio-período"; atual e, ao mesmo tempo, tradicional. Um músico que sabe que a música pode ser todas as coisas para todos os homens.

Percy Faith nasceu em Toronto, no Canadá, no dia 7 de abril de 1908 e morreu nos Estados Unidos da América do Norte, no dia 10 de fevereiro de 1976.

Por uma dessas sequências extraordinárias, que ele tantas vezes empregou na sua orquestra, Percy Faith, um músico canadense que viveu mais de metade da sua vida nos Estados Unidos, teve como acompanhamento da sua última viagem a música de um compositor brasileiro: "Feelings", de Morris Albert. A música está nesta coleção.

(Paulo Santos, das notas originais do elepê)

2 comentários:

  1. parabens por terem voltado a ativa.ja estava
    preocupado.e lançaram um grande disco feelings,
    com percy faith.voces sao otimos.
    comunico que tive que mudar meu e-mail,por falcatruas de boletos.
    agora e alvesromelio@hotmail.com
    ABRAÇO A TODA EQUEPE.
    ROMELIO ALVES DE OLIVEIRA

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelo album do Percy Faith.
    Realmente é uma tarefa árdua o reupload dos arquivos. Se, eu puder ajudar de alguma forma, por favor me avise.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...