segunda-feira, 4 de março de 2013

Andre Kostelanetz e Sua Orquestra - A Magia da França

  1. Mademoiselle de Paris / Sous le Ciel de Paris
  2. Bonjour Paris / Avant de Mourir
  3. Mimi
  4. La Mer / Les Feuilles Mortes
  5. April in Paris
  6. Claire de Lune (From "Suite Bergamasque")
  7. Pizzicato Polka (From "Sylvia Ballet")
  8. Depuis le Jour
  9. Reverie
  10. La Fille Aux Cheveux de Lin (The Girl With The Flaxen Hair)
  11. Can Can
A Magia da França

AS NOITES AVELUDADAS da França... Uma "boite" enfumaçada e superlotada em Montmartre onde uma orquestra moderna vigorosa toca "le jazz hot" e uma declamadora de voz roufenha recita seus lamentos sobre as horas tristes do amor... A escadaria imperial do Teatro da Ópera atapetada de mulheres deslumbrantes e seus afortunados acompanhantes em trajes de grande gala... O feitiço estonteante dos "music halls" em Montmartre que não diferem muito daqueles de fins do século XIX que tanta inspiração forneceram ao pincel mágico de Toulouse-Lautrec... A gostosa sopa de cebolas servida em "les Halles", os grandes mercados de Paris, às quatro ou cinco horas da manhã.

A AURORA RADIANTE dourando os telhados lendários de Paris... Ficar espreitando o despertar da grande cidade doa alto do Sacré-Coeur... A beleza comovente do panorama contemplado por quem, da "Place de la Concorde", voltando os olhos para os Campos Elísios, fique a admirar o Arco do Triunfo que parece flutuar no ar quando a manhã é clara... As rosas tão perfurmadas e os gladíolos imponentes no barulhento mercado de flores de Nice... As velas de colorido delicioso nos barquinhos ancorados no porto de Antibes.

MEIO-DIA FULGURANTE na França... As praias branquinhas e a folhagem tropical exuberante da Riviera no Mediterrâneo... Os campos dourados de Provença que Van Gogh adorava reproduzir em suas telas...A alegria das famílias francesas num piquenique à beira de estradas floridas numa tarde de domingo... Os meio-dias tão cheios de vida de Saint-Cloud quando, na primavera, os botões brancos e rosa parecem tochas iluminando as folhas verde-escuras das castanheiras em flor... As muralhas cinzentas da Carcassonne cujo espírito ainda vaga pela Idade Média... O mundo elegante da moda presente às corridas em Auteuil... Os rubis e água-marinhas coruscantes nos seculares vitrais da Catedral de Chartres... As fazendas de Domrémy que estão como Joana D'Arc as deixou.

O CREPÚSCULO banhando-se no rio Loire enquanto caminha majestoso por entre os castelos históricos de Blois, Amboise e Azay-le-Rideau, todos eles tão ricos de reminiscências de episódios cheios de paixão, violência, lirismo, protagonizados por reis, suas amantes e ruidosas cortesãs...

Uma gárgula fantástica abrindo suas asas sobre Paris do alto de seu poleiro no alto da Notre Dame...

Os pescadores de infinita paciência ainda lançando suas linhas às águas tranquilas, ao morrer do dia, dando adeus ao sol no Chamonix quando o astro-rei vai sumindo no horizonte, afogueado, por trás do Monte Branco.

AS MARAVILHOSAS LUZES CREPUSCULARES da França, especialmente em Paris quando uma névoa delicada, de cor violeta, envolve a cidade parecendo levá-la de volta a seu romântico passado, aos dias de Chopin e Georges Sand, do jovenm Dumas e da Dama das Camélias... A alegria de contemplar as luzes de Paris se acendendo lá da escada do Sacré Coeur... As mil delícias de um passeio em Cannes... O delírio de risos alegres quando as coristas de Montmartre jogam as pernas para o ar e se entregam à fúria do Can-Can.

Essas e mil e uma outras lembranças ajudaram-nas a preparar um apanhado musical sobre a "Magia da França" que há centenas de anos vem atraindo cada vez maior número de turistas de todas as partes do mundo e das mais variadas estirpes - artistas, estudantes, escritores, músicos e outros que são apenas gozadores da vida.

A essência desse feitiço que a França tem pode ser expresso em termos de música, precisamente aquela música viva, contagiante, poética e excitante que Andre Kostelanetz e Sua Orquestra toca com tanto brilho neste LP. Kostelanetz viveu muito tempo na França e ele conhece e ama suas cidades, seus campos, sua gente e sua arte. Ele recorda em música, da forma como só ele sabe fazer, a inesquecível e sempre sonhada "Magia da França".

(Extraído das notas originais do LP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...